Categorias
Minhas Receitas

Strogonoff Low Carb

Strogonoff cremoso de carne com baixo teor de carboidratos, feito com carne moída, cogumelos e cebola, em um saboroso molho de creme de leite com sabor de conhaque, ervas e especiarias. Sirva sobre macarrão com baixo teor de carboidratos ou arroz com couve-flor.

O estrogonofe de carne é um dos alimentos preferidos para as noites mais frias ou noites frias de inverno. Embora tiras de bife sejam tradicionais no estrogonofe, esta receita de estrogonofe de hambúrguer mais fácil e rápida promete excelente sabor com apenas alguns ajustes.

A marca de um bom estrogonofe é sabor. É um prato que cria sabor na panela quando cada ingrediente é cozido. Esse tipo de cozimento leva um pouco de tempo – não muito tempo, mas mais tempo do que os cozinheiros típicos de hoje, que costumam ter pressa.

Fazer strogonoff de carne com carne moída, ou strogonoff de hambúrguer, é um salva-vidas para quem precisa jantar rápido na mesa! Não há necessidade de aparar e cortar o bife, basta colocar a carne moída na panela e cozinhar.

Por isso, certifique-se de ter congelado carne moída e colocado no freezer para se transformar em refeições rápidas durante a semana, como carne de frigideira ou esse estrogonofe de carne com pouco carboidrato.

Como fazer strogonoff com carne moída

  • Abra e retire os cogumelos do sachê
  • Refogue as cebolas e adicione a carne moída e cozinhe.
  • Adicione o conhaque, caldo de carne, os cogumelos e cozinhe delicadamente.
  • Misture o cream cheese e o creme de leite.
  • Polvilhe com salsa e uma pitada de raspas de limão.
  • Sirva sobre arroz de couve-flor ou macarrão de couve.

Então, como essa receita especial de estrogonofe de carne é baixa em carboidratos? Não há farinha ou amido para engrossar o molho. Em vez disso, usamos menos líquido e acentua o sabor com uma pequena base de carne. É um ótimo truque.

Para obter ótimos molhos espessos sem adicionar farinha ou amido, use menos líquido e misture o sabor artificial com base de frango, carne bovina, um pouco de vinho ou conhaque. Além disso, certifique-se de criar sabor na panela quando puder.

Strogonoff de carne com baixo teor de carboidratos

Strogonoff cremoso de carne com pouco carboidrato, feito com carne moída, cogumelos e cebola, em um saboroso molho de creme de leite com sabor de conhaque, ervas e especiarias

É isso que você está esperando? Então é isso que iremos te dar.

Ingredientes

  • Meio quilo de carne moída, magra
  • Cem gramas de cogumelos fatiados
  • Um quarto xícara de cebola, picada ou cortada
  • Três colheres de sopa de manteiga, divididas em duas colheres de sopa de conhaque, uma colher de sopa de molho inglês
  • Sessenta gramas de queijo creme Philadelphia. amolecido
  • Uma xícara de creme de leite gordo
  • Uma pitada de noz-moscada ralada
  • Uma colher de sopa de salsa picada
  • Sal e pimenta a gosto

Sirva sobre: ​​(Macarrão com repolho ou arroz com couve-flor)

Trezentas gramas de repolho, cortado em tiras finas e frito em uma panela até ficar macio (8,3 g de carboidratos líquidos por porção com o repolho);

Trezentas gramas de arroz de couve-flor (peso bruto), frito em uma panela ou cozido no vapor (7,87 g de carboidratos líquidos por porção com o arroz de couve-flor).

  • Reúna os ingredientes. Cozinhe o repolho ou o arroz de couve-flor e mantenha-o aquecido. Fatie cogumelos e cebolas.

Modo de preparo

  • Aqueça uma panela média-grande em fogo médio até aquecer. Adicione duas colheres de sopa de manteiga e agite para revestir a superfície. Adicione os cogumelos e espalhe uniformemente na panela. Deixe cozinhar por 2 minutos (ou até dourar) e depois vire-os, cozinhando por mais dois minutos.
  • Empurre os cogumelos para os lados da panela e adicione as colheres de sopa restantes de manteiga no meio da panela com as cebolas e refogue até ficarem macias. Retire os cogumelos e as cebolas da panela.
  • Cozinhe a carne moída na panela, dividindo-a em pedaços pequenos, até que estejam cozidas. Adicione o conhaque, a caldo sabor de carne, mexendo bem.
  • Raspe a mistura de cogumelos (e qualquer líquido acumulado) de volta na panela com a carne moída, polvilhe a noz-moscada por cima e deixe um pouco do líquido ferver. Adicione o cream cheese, mexendo para derreter.
  • Acrescente o creme de leite e cozinhe delicadamente até engrossar. Misture a salsa. Sal e pimenta a gosto.
  • Sirva sobre macarrão de repolho cozido ou arroz de couve-flor cozido.

NOTA:

  • O estrogonofe da carne bovina possui 4,6 g de carboidratos totais por porção, por si só. Servido com macarrão de repolho, é 8,3 g de carboidratos totais. Servido com arroz de couve-flor, são 7,87 g de carboidratos totais.
  • Se você tem uma tolerância maior ao carboidrato, este estrogonofe baixo em carboidratos é uma opção deliciosa.
Categorias
Minhas Receitas

Torta de Limão com Biscoito

Vamos te ensinar a melhor receita de torta de limão à prova de idiotas, com dicas para evitar que sua torta de Sande, aprendendo à como fazer uma torta de limão com biscoito perfeita!

A estrela por trás de qualquer ótima receita de torta é uma ótima massa de torta! Depois de dominar a fabricação de uma crosta caseira, você nunca mais comprará uma base de torta sem graça e fina pronta em loja! Não perca nossas instruções e nosso passo a passo para obter a massa de torta perfeita.

É uma das sobremesas favoritas de todos os tempos do meu irmão, Elton John até a solicita como bolo de aniversário. A torta, com seu recheio cremoso de torta misturado com um merengue ondulante é simplesmente irresistível!

Modo de preparo da torta

Separe as gemas e as claras e reserve.

Em uma panela média, misture 1 xícara de açúcar, farinha, amido de milho e sal. Misture água, suco de limão e raspas de limão.

Cozinhe em fogo médio-alto, mexendo sempre, até que a mistura ferva. Retire do fogo e misture a manteiga.

Em uma tigela pequena, bata as gemas. Adicione uma colher da mistura de açúcar quente na mistura de gema de ovo e misture bem. A idéia é temperar a mistura de ovos, adicionando um pouco da mistura quente de cada vez para que as gemas não comecem a cozinhar.

Repita, adicionando mais algumas colheres de cada vez. Bata a mistura de gema de ovo novamente na mistura de açúcar restante na panela.

Deixe ferver e continue cozinhando, mexendo sempre, até engrossar. Retire do fogo. Despeje o recheio na base de torta assada.

Como fazer o merengue

Em uma panela pequena, misture o amido de milho e a água.

Cozinhe em fogo médio, mexendo sempre enquanto a mistura engrossa, até começar a ferver. Retire do fogo e reserve.

Em uma tigela pequena, misture o creme de tarter e o açúcar. Em uma tigela grande, bata as claras com uma batedeira até obter espuma.

Com as misturas em funcionamento, adicione o açúcar, uma colher de cada vez, até incorporar completamente. Continue batendo até picos suaves.

Adicione a mistura de amido de milho enquanto bate, uma colher de cada vez. Misture até formar picos duros, cerca de 1-2 minutos.

Despeje o merengue no recheio de limão quente na casca da torta. Coloque o merengue em volta da borda da torta primeiro e, em seguida, adicione colheres no centro até que toda a superfície esteja coberta.

Certifique-se de que o merengue esteja tocando a crosta externa da torta para que ela não encolha durante o cozimento. Use a parte de trás da colher para criar picos decorativos no merengue.

Asse em forno pré-aquecido por 10 minutos ou até o merengue ficar levemente dourado.

Transfira para uma gradinha e deixe esfriar até a temperatura ambiente. Esta torta é melhor servida no mesmo dia.

Guarde a torta de limão restante na geladeira por até três dias, coberta com papel alumínio.

Ingredientes

  • 1 base de torta pré-cozida pronta (ou você mesmo pode fazer a sua com biscoito de maisena umedecido em manteiga e quebrado até formar uma pasta oleosa que dê pra aderir ao fundo do recipiente)
  • Uma xícara de açúcar granulado
  • Duas colheres de sopa de farinha de trigo
  • Três colheres de sopa de amido de milho
  • Um quarto de colher de chá de sal
  • Uma xícara e meia de água
  • Meia xícara de suco de limão
  • Uma colher de sopa de raspas de limão (cerca de 1 limão grande)
  • Duas colheres de sopa de manteiga sem sal
  • Quatro gemas grandes, batidas

Para o merengue:

  • Uma colher de sopa de amido de milho
  • Um terço de xícara de água
  • Um quarto de colher de chá de creme de tártaro
  • Um terço de xícara de açúcar granulado
  • Quatro claras de ovo grandes, temperatura ambiente

Siga os passos com atenção

Embora a torta de limão e merengue seja uma das tortas mais populares, também é uma das tortas mais difíceis de aperfeiçoar se você não evitar algumas etapas simples para impedir que sua torta “chore”. Mas não se preocupe, eu tenho você coberto.

Categorias
Minhas Receitas

Bolo no Pote

Embora o bolo de pote seja uma invenção brasileira, o bolo não é. Então, vamos saber como surgiu essa deliciosa receita, que foi modificada de forma tão inteligente e prática pelos brasileiros!

Origem do bolo

Os bolos são feitos de várias combinações de farinha refinada, alguma forma de gordura, adoçante, ovos, leite, levedura e aromatizante. Existem literalmente milhares de receitas de bolos (alguns são do tipo pão e outros são ricos e elaborados) e muitos têm séculos de idade. Fazer bolos não é mais um procedimento complicado.

Os povos mais primitivos do mundo começaram a fazer bolos logo depois que descobriram a farinha. Na Inglaterra medieval, os bolos que foram descritos nos escritos não eram bolos no sentido convencional. Eles foram descritos como alimentos doces à base de farinha, em oposição à descrição dos pães, que eram apenas alimentos à base de farinha sem adoçante.

Pão e bolo eram palavras um tanto intercambiáveis, com o termo “bolo” sendo usado para pães menores. Os primeiros exemplos foram encontrados entre os restos das aldeias neolíticas, onde os arqueólogos descobriram bolos simples feitos de grãos moídos, umedecidos, compactados e provavelmente cozidos em pedras quentes. A versão de hoje deste primeiro bolo seria bolinhos de aveia, embora agora pensemos neles mais como um biscoito ou biscoito.

Os bolos eram chamados de “plakous” pelos gregos. Esses bolos eram geralmente combinações de nozes e mel. Eles também tiveram um bolo chamado “satura”, que era um bolo pesado e plano.

Os termos “pão” e “bolo” tornaram-se intercambiáveis ​​com o passar dos anos. As palavras em si são de origem anglo-saxônica e é provável que o termo bolo tenha sido usado para os pães menores. Os bolos eram geralmente assados ​​para ocasiões especiais, porque eram feitos com os ingredientes melhores e mais caros disponíveis para o cozinheiro. Quanto mais rico você era, maior a probabilidade de consumir bolo com mais frequência.

Os bolos eram considerados um símbolo de bem-estar pelos primeiros cozinheiros americanos na costa leste, com cada região do país tendo seus próprios favoritos.

No início do século 19, devido à Revolução Industrial, os ingredientes para panificação tornaram-se mais acessíveis e prontamente disponíveis devido à produção em massa e às ferrovias. Agentes modernos de fermentação, como bicarbonato de sódio e fermento em pó foram inventados. Confira a história do fermento em pó.

Ingredientes do bolo de pote

  • Para a massa: três unidades de ovos, três xícaras de farinha de trigo, três colheres cheias de sopa de manteiga, duas xícaras cheias de açúcar, uma xícara cheia de leite integral, três colheres cheias de cacau em pó (ou achocolatado), uma colher de sopa cheia de fermento biológico, coco ralado ou chocolate granulado para enfeitar e leite de coco para umedecer o bolo.
  • Para o recheio de brigadeiro: uma lata de leite condensado, uma colher de sopa cheia de manteiga, quatro colheres do cacau (ou achocolatado) em pó, uma caixa de creme de leite sem o soro.

Modo de preparo

Primeiro de tudo, você precisará de uma batedeira para poder bater os ovos juntamente com a manteiga e o açúcar. Essa mistura deve ficar na batedeira até que ela atinja uma consistência cremosa.

Logo depois de, você já poderá adicionar então a farinha de trigo juntamente com leite, misturando muito bem para que os ingredientes incorporem, acrescentando dessa forma o cacau em pó.

Depois de todas essas misturas, você irá pada o último passo, que é adicionar o fermento. Depois disso, a única coisa que você precisará fazer é despejar em uma forma mediana de formato retangular que já esteja untada com óleo e farinha.

Agora, basta levar ao fogo médio até que este bolo asse. Então, depois que tiver pronto, você só precisará esperar o bolo esfriar para cortar e reserva-lo.

Para o recheio de brigadeiro, você precisará de outra panela para colocar o leite condensado juntamente com cacau em pó e a manteiga. Assim que você misturar muito bem esses ingredientes, leve ao fogo se atentando para a temperatura baixa, mexendo até que ele desgrude da panela como um brigadeiro.

Assim que chegar no ponto correto, retire do fogo e adicione o creme de leite aos poucos para criar uma consistência mais leve. Feito isso, aguarde que eles esfrie e deixe-o reservado.

Para a montagem, você precisará cortar o bolo no formato de pequenas rodelas que possam encaixar nos potes. Faça isso com todo o bolo. Então, nos potes, coloque uma camada do recheio e depois coloque uma rodela do bolo, molhando a massa com leite de coco para ficar macia e suculenta.

Após isso, basta adicionar outra camada de recheio, seguida de outra rodela do bolo, fazendo mesmo processo com o leite de coco. Para finalizar, use o mesmo recheio para a cobertura. Você pode polvilhar o coco ou granulado em cima para enfeitar. Tampe o bolo de pote e deixe na geladeira por até cinco dias.